Como funciona a ressignificação de crenças?

Você consegue imaginar como uma crença pode interferir na sua vida? Você sabia que a grande maioria das nossas crenças age de forma silenciosa? Não nos damos conta delas, apenas seguimos algumas “verdades” nas quais acreditamos, sem perceber o quanto elas influenciam nossas vidas. Mas é possível saber quais são essas crenças e mudar esse mindset para melhorar nossas vidas? Sim. Vamos falar sobre isso!

A grande maioria das nossas crenças está gravada em nosso inconsciente. Por isso, costumamos comparar nosso sistema de crenças com um iceberg (assim como nossas memórias) – o que vemos ou percebemos é somente uma parte muito pequena. A maioria das crenças, memórias e traumas está na profundidade, escondida, e, ou a gente faz um trabalho de ir atrás e descobrir quais são, ou seremos guiados por elas a vida toda, sem perceber.

O termo mindset, muito utilizado em inglês, mas que significa mentalidade, é, na verdade, nossa predisposição psicológica para determinados pensamentos e padrões de comportamento. É em nossa mentalidade, de forma silenciosa, que nosso sistema de crenças age. Quando percebemos, estamos agindo novamente da mesma maneira, guiados pela nossa forma de ver a vida, nossa mentalidade.

O grande problema reside na questão da construção desse mindset. Se ele é feito de traumas, inseguranças, preconceitos, vitimismo, são esses conceitos que vão nortear as nossas decisões e ações. Por isso, é tão importante se conhecer, entender que pensamentos ou crenças estão bloqueando nossas vidas e virar a chave.

Um simples passo pode mudar uma vida inteira!

Quando você se propõe a reconhecer a sua forma de pensar sobre o mundo e entender se está sendo seu melhor amigo ou seu pior inimigo, pode fazer grandes transformações na sua vida. O que eu quero dizer com isso? Que, dependendo das nossas crenças, jogamos contra ou a favor! Podemos nos boicotar, sem perceber. E é por isso que ressignificar crenças é tão importante.

Uma das melhores formas de identificar e modificar nossas crenças limitantes é o PSYCH-K®, um processo que ajuda a melhorar a autoestima, os relacionamentos, o desempenho no trabalho e inclusive a saúde física. O criador do PSYCH-K®, Robert Williams, afirma que é possível, por intermédio de um teste muscular, acessar a mente “superconsciente” e verificar se as metas geradas são seguras e apropriadas e aí intervir, levando em consideração até mesmo o aspecto espiritual, para transformar as crenças que impedem as metas de serem cumpridas.

O processo transcende os métodos padrão de visualização, afirmações, força de vontade e pensamento positivo, facilitando a mudança no nível do subconsciente, no qual opera pelo menos 95% de nossa consciência. É especialmente eficaz nas áreas de mudança de comportamentos e hábitos, conquista de bem-estar e redução do estresse.

Como o PSYCH-K® funciona

O processo envolve técnicas rápidas, diretas e facilmente verificáveis. A interação mente-corpo é conseguida a partir dos testes musculares da Cinesiologia aplicada que é usada para a comunicação com a mente subconsciente, acessando-se, assim, “arquivos” limitadores que estão programados.

Também utiliza técnicas de integração dos hemisférios cerebrais direito e esquerdo, por meio de posturas especificas e movimentos do corpo que irão causar descargas neuronais nos dois hemisférios cerebrais, resultando num estado de “cérebro-integral”, mais suscetível a efetuar mudanças rápidas e de longa duração em programas subconscientes obsoletos.

Indicações do PSYCH-K®:• Auto-estima• Poder Pessoal• Relacionamentos• Prosperidade• Dor e Perdas• Espiritualidade• Saúde

Quer saber m ais? Entre em contato conosco e agende uma consulta!!!

3 comentários em “Como funciona a ressignificação de crenças?”

  1. Pingback: Como funciona a mudança de crenças limitantes? - Acontece Curitiba

  2. Pingback: Como funciona a mudança de crenças limitantes? - Blog Anselmo Santana

  3. Pingback: Como funciona a mudança de crenças limitantes? – Jornal Dia Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.