Em que pé está seu autocuidado?

Vamos combinar: só consegue cuidar bem do outro quem cuida primeiro muito bem de si. E, na nossa sociedade, vemos muito dos opostos: pessoas que estão preocupadas apenas consigo e pessoas que se entregam totalmente aos outros. A solução? Exercitar o autocuidado de forma saudável e buscar o equilíbrio.

Nossa saúde está diretamente relacionada à forma como cuidamos de nós mesmos: corpo, mente e sentimentos. Todos precisam estar em dia e aí, dizemos que há a saúde integral. Sabemos que muitas das nossas dores e doenças são ocasionadas por traumas não tratados, sentimentos não vividos e situações mal resolvidas. Então, para termos saúde, é preciso, sim, exercitar o autocuidado.

Em nossas consultas, trabalhamos de forma integrativa – ou seja, não focamos apenas nas queixas do paciente, nos sintomas que estão aparentes naquele momento. Fazemos uma análise da rotina, das relações, da sua forma de consumo, do quanto você é feliz com a vida que tem e com as oportunidades que consegue aproveitar. E se consegue, obviamente.

Isso é Saúde Integrativa. Avaliamos seu corpo, sua mente, suas emoções. Como está o conjunto que é você? Mais do que tratar uma dor pontual, indicamos uma rotina mais condizente com seus objetivos – precisamos do melhor alimento, do melhor exercício, do melhor sono, da melhor leitura, do equilíbrio entre todas as áreas da vida para sermos efetivamente saudáveis.

E o autocuidado está totalmente inserido nessa realidade. Quanto do seu dia você reserva para cuidar de você? Para ir atrás dos seus sonhos? Para se tornar a pessoa que você sempre quis ser? Acredite, não é preciso virar a sua vida de pernas para o ar, perder o chão, mudar tudo do dia para a noite.

Pequenos passos, pequenas atitudes de autocuidado no dia a dia são suficientes para que você vá criando coragem para realizar mudanças maiores. Desde olhar com carinho para um trauma vivido, reavaliar e ressignificar suas relações familiares, agradecer por quem você já é e começar a ler um livro. Tudo é autocuidado, porque você está se dando a oportunidade de ser melhor. E nos esquecemos disso no dia a dia.

Autocuidado também para poder ajudar o outro

Por outro lado, vemos muitas pessoas que estão sempre autocentradas, que não enxergam a dor do outro. E somos seres sociais, precisamos uns dos outros para sermos felizes. Conviver é exercitar nosso emocional, é compartilhar nosso conhecimento, é usar nosso próprio crescimento para ajudar no crescimento do outro. Só assim evoluímos também no social.

Mas quem não está bem, dificilmente conseguirá ajudar o outro. Pelo contrário: pode usá-lo para tentar diminuir suas dores, despejar suas emoções tóxicas, diminuir tentando sentir-se melhor. Nada disso vai funcionar. O resultado será sempre mais uma pessoa ferida, e suas dores continuarão ali, talvez até aumentem. Por isso o autocuidado é tão importante.

Se somos melhores para nós, conseguimos ser melhores para os outros. Pessoas saudáveis promovem saúde no âmbito geral. Então, comece agora seu processo de autoconhecimento, autocuidado, pratique um dia a dia com saúde integral. Cuide do que come, do que consome, do que lê, cuide de si. Você certamente será mais feliz. E o mundo agradece!

1 comentário em “Em que pé está seu autocuidado?”

  1. Pingback: Em que pé está seu autocuidado? - Portal Agita Ih!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *