Cada passo, uma conquista

Há quem acredite que é preciso estar sempre de olho na linha de chegada para ser vitorioso. Nós acreditamos que a vitória é feita de passos e que cada passo é uma conquista a ser comemorada.

Sabe aquela história de que a viagem precisa ser mais importante do que o destino? Pois nós acreditamos que cada passo da nossa jornada de vida é uma conquista e precisa ser comemorada. Se a gente foca apenas no objetivo final, parece que nunca chega lá e vive só de obrigações, tarefas e medidas. Claro que é preciso ter um norte, um objetivo maior que desejamos atingir, mas colocar-se pequenas metas e comemorar cada uma como uma pequena vitória pode ser encorajador e ajudar muito a tornar a viagem uma grande aventura.

Ter problemas em apreciar a vida pode ser um sinal de que há memórias traumáticas ou crenças impedindo que você observe os acontecimentos de forma mais leve. Aprendemos, desde cedo, que aquilo que chega de forma fácil não tem valor, é preciso “suar” para conquistar. Ou então, acreditamos que precisamos sofrer para merecer algo de verdade. Quem nunca se pegou pensando “está bom demais para ser verdade”? Certamente, alguém que não tem crenças limitantes!

Essa educação cheia de regras e dissabores nos levou a acreditar que uma vida leve, tranquila e feliz não é algo possível. E isso se traduz inclusive na dificuldade de colocar objetivos ou de elaborar sonhos e metas maiores, simplesmente porque não acreditamos que vamos conseguir. E, quando nos permitimos ter essa super meta, focamos nela todos os nossos esforços, afinal de contas, precisamos merecê-la, certo?

Cada passo deve ser uma conquista!

Com isso, perdemos muito da beleza do caminho. Viver se torna uma luta, uma jornada pesada em que não nos permitimos errar. Não vemos como o erro nos ajuda, como é ele que, muitas vezes, nos ensina. E, assim, por errarmos constantemente, deixamos de comemorar. Um dia, seremos vitoriosos. Mas, e até lá? Cada passo dado e cada alegria adquirida deve ser uma conquista! Deve ser visto como uma pequena vitória. E comemorado.

Só assim, ganhamos forças para seguir empreendendo rumo a todos nossos objetivos. Talvez, seja preciso trabalhar suas crenças, que o impedem de curtir a viagem. Talvez, eliminar memórias traumáticas que gerem medo e ansiedade, que também se tornam impedimentos para um dia a dia mais leve. O que não pode é seguir acreditando que precisa sofrer agora para, um dia, merecer ser feliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *