Natal está chegando, pode ser tempo de guerra ou paz

Festa em família, que maravilha! Ou espera, será que esse tempo não é assim tão prazeroso para você? Que tal repensar seus relacionamentos e se propor a ter um final de ano mais tranquilo e com perspectivas de um 2019 de paz? É só começar!

O Natal está chegando e pode ser um tempo de guerra e de paz. Você acredita que pode escolher? E pode!!! Nós precisamos, mais do que nunca, ser os senhores das nossas emoções. Deixar que traumas e memórias nos direcionem é terceirizar nossa sanidade emocional. Aproveite que as festas estão chegando e que é quase impossível fugir do convívio familiar para começar a tratar suas feridas. Seu futuro agradece!

Ninguém está livre de memórias traumáticas, crenças limitantes e emoções truncadas pela criação e pelo convívio familiar. Mas culpar o grupo a que pertencemos e não ir atrás de soluções é a pior saída, que não ajuda a melhorar a situação, pelo contrário, só piora. Ainda mais quando chega essa época de festas e é esperado que estejamos juntos e de bem com a vida. Nem sempre é assim, né?

Tem quem fuja de todas as formas possíveis desse tipo de celebração, exatamente porque não se encaixa no panorama familiar. Mas, será que a fuga é a melhor saída? Talvez, por um tempo, ela possa resolver. Mas não para sempre! As feridas estarão lá, guardadas, prontas para serem cutucadas por algum evento importante, algo que seja inesperado e inadiável. E aí, o sofrimento já não pode ser evitado.

Como escolher entre a guerra e a paz nas emoções?

Descobrir a verdadeira origem dos nossos traumas e das emoções que não parecem se encaixar na nossa vida é o primeiro passo para entendermos como podemos escolher. Muitos de nós não conseguem perceber de onde vem o sentimento de inadequação ou de não pertencimento. Esse tipo de sentimento não interfere apenas no convívio familiar, mas em tudo nas nossas vidas. Interfere diretamente em todas as nossas escolhas pessoais. E, por isso, a cura é tão necessária.

Só com a consciência conquistamos transparência. Pode ser um trabalho doloroso, já que mexe com lembranças, traumas, emoções. Mas é incrivelmente libertador e pode permitir que o novo ano comece de uma forma totalmente diferente, com liberdade de escolha, com sentimentos mais saudáveis, com mais tranquilidade e paz. Quer saber como começar? Mande uma mensagem para contato@biointegralsaude.com.br e nós te ajudamos a entender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *