Crenças limitantes e o empoderamento feminino

Em pleno mês da mulher, a Biointegral Saúde enfatiza: é preciso descobrir as crenças limitantes que impedem as mulheres de exercer sua independência emocional e buscar a saúde plena.

Empoderamento feminino e crenças limitantes estão intimamente ligados. Quanto mais conseguirmos descobrir que pensamos nos impedem de crescer e atingir o máximo potencial, mais conseguiremos atingir a saúde plena, parte do empoderamento do ser humano. Além das crenças limitantes mais comuns que são adquiridas socialmente, existem pensamentos ligados ao comportamento e ao universo feminino que são extremamente cerceadores e que impedem uma vida mais livre, plena e feliz.

Parte disso se deve também à cultura, especialmente aquela ligada à forma como a mulher é vista e como ela deve se comportar. O status quo, durante muito tempo, foi extremamente duro com as mulheres, que até hoje se perguntam: o que vão pensar de mim? E aí, nós perguntamos: o que você pensa sobre você mesma? Você se sente livre para ser quem quer ser e viver do modo que acredita ser mais condizente com a sua verdade? Ou carrega medos, carências, fobias, que podem inclusive se traduzir em comportamentos depressivos, dores e alergias?

Saiba que nem só de dores e doenças físicas ou mesmo doenças psíquicas vive o universo da Microfisioterapia. A prática que encontra causas emocionais para dores e doenças crônicas e que pode curar problemas como ansiedade, depressão e síndrome do pânico, entre muitos outros, pode ser excelente para melhorar a autoestima, descobrindo possíveis traumas que tenham causado crenças limitantes e ideias limitadoras das nossas potencialidades.

Buscar essas informações pode ser o começo de uma vida mais inteira, com mais segurança e empoderamento, e sem traumas e sem aquela vozinha lá no fundo da mente dizendo que você não é boa o bastante. Somos sempre bons o bastante, só precisamos entrar em nosso universo interior e encontrar a força que precisamos para que nossos talentos possam ser mostrados ao mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.