Microfisioterapia e o fim da ansiedade

Procurar um fisioterapeuta para acabar com a ansiedade? Sim, é isso mesmo. Com a Microfisioterapia, é possível conhecer as causas e tratar a ansiedade sem o uso de medicamentos.

A ansiedade é um dos males da vida moderna. Vivemos preocupados com o amanhã, com prazos apertados, contas a pagar, as férias que parecem nunca chegar. E a ansiedade nos rouba a paz do dia a dia, provoca arritmia, dores de cabeça, diminui a qualidade do sono e provoca mudanças no apetite e nas funções do corpo. Mas, como lidar?

O caminho mais fácil é a medicação, que impede que os sintomas se manifestem ou piorem, mas que não encontram as causas para uma real cura do problema. A forma mais eficaz de combater a ansiedade é descobrir por que ela existe e quais são os gatilhos que permitem que ela aja. Dessa forma, é possível curar a raiz do problema e evitar novas crises.

A Microfisioterapia tem sido usada para tratar males cuja causa seja emocional, mental ou traumática, como é o caso da própria ansiedade, assim como estresse e fobias. Com a microapalpação realizadas nas sessões de Microfisioterapia, o profissional encontra registros de traumas físicos, químicos e psicológicos gravados nos tecidos e nos órgãos e reprograma as células para combater essa memória física, incentivando o próprio corpo à cura.

Uma vida sem medicamentos

O que todos queremos é uma vida sem a necessidade de medicamentos e que seja livre de dores e mal-estar. Assim como a homeopatia, a Microfisioterapia atua na causa dos problemas, procurando eliminar a necessidade de alopatia. Outra característica do tratamento é a abordagem integral, que entende a totalidade do indivíduo, seus hábitos, sua rotina, para estabelecer um processo de cura que seja compatível. Buscar entender as causas da ansiedade é tão importante quanto tratar os sintomas e o desconforto que ela traz.

2 comentários em “Microfisioterapia e o fim da ansiedade”

  1. Pingback: O fim da ansiedade

  2. Pingback: Microfisioterapia e o fim da ansiedade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.